Aconteceu hoje (08/11), pela manhã, na localidade de Carrapatinho, Região de Curupaiti, uma reunião/palestra para produtores de farinha. No encontro, o tema foi sobre a produção artesanal da farinha, certificação e registro para melhorar comercialização.

Com incentivo da Prefeitura de Viseu, Emater e Adepará, os produtores de farinha de Viseu, buscam novas técnicas de aprimoramento e beneficiamento da farinha, visando a certificação da produção.

Para atingir o selo de qualidade da farinha regional, os agricultores viseuenses, através do Programa Viseu Avança no Campo, participam de cursos de plantio, cultivo, produção, colheita, beneficiamento, aprimoramento, comercialização e gerenciamento.

Pelo programa, muitos ainda receberam o Cadastro Ambiental Rural e suas terras foram preparadas por tratores agrícolas, alguns também ganharam mudas de várias espécies de cultivo.

O Governo do Estado, através da Emater e Adepará, apóia o agricultor, visando movimentar a economia local, de forma sustentável, principalmente com produção de origem vegetal, como é o caso da farinha de mandioca.

Para o Prefeito Isaías Neto, essa união de esforços é o reconhecimento ao trabalho do agricultor.

“Com as ações e os investimentos que fazemos na agricultura, temos como objetivo melhorar a qualidade de nossa produção, agregando valores, ampliando a comercialização, gerando mais renda ao produtor e melhorando a vida de quem mora no campo.”

“Estamos Investindo na ideia de sustentabilidade, aumentando a produção com a preocupação de cuidar do meio ambiente também!” Afirmou o Prefeito.

No encontro estiveram o Vereador Paulo Barros, o Secretário de Agricultura, Carlinhos, o Coordenador do Programa Viseu Avança no Campo, Moisés Paixão.

Joana Celena, gerente regional da Emater; Hamilton Altamiro, gerente de Inspeção de produtos vegetais da Adepará; Júnior Abelha, Emater Viseu; Josiane Dias, Adepará Viseu; Cleo Costa, Adepará Capanema; Tereza Medeiros, Sindicato e vários agricultores da região.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui